Loja

A Investigação no Campo da Saúde do Trabalhador

R$57,00

Em estoque

Descrição

O livro organizado por Jussara Maria Rosa Mendes, Dolores Sanches Wünsch e Carmem Regina Giongo é mais uma rica contribuição desenvolvida por pesquisadoras e pesquisadores que há tempos se dedicam à análise dos adoecimentos, padecimentos e infortúnios laborais.

Este novo trabalho de pesquisa, realizado por um grupo expressivo e qualificado de estudiosos, oferece um panorama de como se constrói o processo de conhecimento para que se tenha melhor intelecção acerca das patologias que afetam explosivamente o mundo do trabalho. Apresenta um desenho de diversas abordagens metodológicas que permite melhor desvendar as complexas conexões que afetam de modo tão expressivo a saúde da classe-que-vive-do-trabalho. Suas invisibilidades, seus acidentes, seus suicídios, seus assédios, etc., são apresentados de modo abrangente e denso. É demonstrado que eles não são fenômenos exclusivos do presente, mas são elementos constitutivos do capitalismo em seu movimento destrutivo.

É acentuado também que esses vilipêndios na saúde do trabalho ganharam novas dimensões com o capitalismo flexível e digital da era financeira, quando os acidentes e os adoecimentos de nosso tempo assumiram novos nexos laborais. Proliferou-se, então, uma estranha sociedade do trabalho, na qual a busca ilimitada pelo mais-valor tornou-se um imperativo que não tem limites e que não quer barreiras.

A impulsão do mundo informacional-digital, as desregulamentações laborais, as flexibilizações, as terceirizações generalizadas, a explosão dos trabalhos intermitentes, todo esse complexo que tipifica o moinho satânico da produção (aqui em sentido amplo), têm sido responsáveis pelas destruições do corpo produtivo, em sua fisicidade e em sua subjetividade, como se percebe na ampliação exponencial dos adoecimentos psíquicos vivenciados na cotidianidade do trabalho.

Avaliações (0)

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “A Investigação no Campo da Saúde do Trabalhador”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *